dicas de como limpar peixe

Dicas de pescaria: como limpar peixe corretamente?

Quem nunca escutou a famosa frase: “Tá nervoso? Vai pescar!”? Por mais que pareça uma mera brincadeira, esta frase foi fundamentada em uma verdade – pescar é extremamente relaxante. E não poderia ser diferente, já que é uma atividade que envolve estarmos imersos em um processo de concentração e silêncio no meio do mar ou em algum rio.

Para quem gosta de estar em um barco no meio da água, onde nada possa trazer estresse, a pescaria já deve fazer parte da rotina. Se você nunca foi pescar, mas tem essa vontade dentro de si, saiba que esse é um hobby que, realmente, vale a pena começar. Mas, para além de pescar, é preciso, também, saber preparar os peixes posteriormente. Por isso, a Cutelaria Cimo decidiu trazer, para você, algumas dicas de pescaria. Hoje, vamos te explicar como limpar o peixe corretamente. Confira!

Afinal, como limpar peixe corretamente?

equipamentos para pescaria

Primeiramente, você pode estar se perguntando: por que esse é um conhecimento que eu deveria possuir? Bom, acreditamos que todo pescador que se preze deve executar essa tarefa com sucesso, já que está pescando para preparar e saborear os peixes depois.

Além disso, se você estiver em uma situação de acampamento e sua pescaria será o jantar de todos do grupo, é necessário que alguém saiba limpar o peixe corretamente para que todos comam sem correr o risco de passar mal. Como costumamos falar aqui, conhecimento nunca é demais!

Mas, antes de adentrarmos em como fazer a limpeza do peixe de fato, vamos aos itens que você precisará para realizar essa tarefa com sucesso.

Itens para fazer a limpeza de pescados

itens para limpar peixe

Para executar esta tarefa é preciso que você tenha, primordialmente, uma faca de alta qualidade, com um fio de corte muito bem afiado. A escolha da faca que você usará para realizar as limpezas das partes que não são comestíveis no peixe é fundamental, já que, quanto mais afiada estiver a sua faca, mais rápida será a sua tarefa.

Por isso, tenha uma faca esportiva de pesca e camping de aço inox que você conseguirá executar essa tarefa com sucesso. Além da sua faca, você também vai precisar de uma bancada, de um balde e um recipiente para deixar as postas ou filés que acabou de tirar. Se você estiver acampado em um local que não tenha uma cozinha ou um lugar adequado para limpar os peixes, será preciso improvisar.

Como começar a limpeza dos peixes?

Para começar a limpeza dos pescados, é preciso que você saiba que os peixes necessitam serem resfriados em um balde de gelo logo após serem pescados, pois estragam rapidamente. Se não tiver um balde com gelo no barco que você estiver pescando, se atente ao tempo, pois você terá, no máximo, 2 horas para limpar esses peixes antes de serem preparados. Então, ter uma caixa térmica com gelo disponível no barco no momento da pescaria é sempre uma excelente opção.

Agora, chegou o momento em que você, de fato, irá colocar a mão na massa. Vamos colocar um passo-a-passo para você limpar os peixes corretamente. Confira:

1º Coloque os peixes sobre a bancada e comece retirando as barbatanas e a calda. Com uma faca bem afiada não fica difícil fazer esta tarefa; basta cortar essas partes.

2º Depois, você irá usar a faca para retirar as escamas. Para fazer isto, você deve passar a faca na direção contrária das escamas, como se estivesse raspando a pele do peixe. Firme a mão na hora do movimento. Uma boa dica é que você esteja usando um avental, pois, neste momento, a sujeira será grande. Se possível, também faça em uma área externa da sua casa para não sujar a cozinha.

3º Depois de certificar-se de que todas as escamas foram retiradas, passe o peixe em água corrente ou mergulhe o mesmo em um balde de água gelada para retirar todas as escamas.

4º Abra a barriga do peixe para retirada dos órgãos internos. Esse passo envolverá sangue e vísceras, então, se você não tiver o estômago forte, nem adianta tentar. Mas, se para você isso não for um problema, retire todo o interior do peixe com cuidado e atenção para preservar os filés de carne. Então, novamente, você irá passar o peixe em água corrente para fazer a higienização.

5º Agora é a hora de decidir se você irá cozinhar, assar ou fritar os pescados. Se você for cozinhá-los em uma moqueca, por exemplo, a melhor opção é deixá-los em postas. Corte o peixe em três pedaços (parte superior, parte do meio e calda). Se você for assá-lo, a melhor opção é deixá-lo inteiro ou aberto ao meio. E, por último, se você for fritá-lo, você precisará de mais habilidades, pois será necessário retirar os filés. Neste momento, você terá que retirar a pele e todos os espinhos do peixe. Essa é uma prática que você aperfeiçoará com o tempo.

É claro que tudo isso que falamos pode variar de acordo com o tipo de pescado, porém, o processo básico é quase o mesmo para a grande maioria dos peixes. Tome cuidado se você pescar um baiacu, por exemplo, pois esta espécie tem partes venenosas em seu interior. Se você não for experiente o suficiente para saber retirá-las, você e sua família podem estar correndo risco. Contudo, é fácil reconhecer um baiacu, pois ele é bem característico.

Agora, se você pescou lambaris, pescadas abrótea, tainhas, linguados, pintados ou merluzas, espécies bem comuns na costa e rios brasileiros, pode preparar os seus pescados tranquilamente, pois eles não apresentam grandes perigos.

E aí, gostou das nossas dicas de pescaria e de como limpar o seu peixe corretamente? Aqui, no blog da Cutelaria Cimo, você encontra inúmeras dicas de acampamento, preparo de churrasco, de pesca, além de diversos conteúdos muito interessantes sobre o universo da cutelaria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *