madeira qualificada

Madeira qualificada é na Cutelaria Cimo!

Utilizar madeira para fabricação de qualquer tipo de item que seja é um assunto muito sério, afinal, logo entramos na questão da sustentabilidade do nosso planeta.

Cortar mais árvores do que plantamos pode significar fazer com que o planeta entre em desequilíbrio, além do fato de que empresas podem ser acionadas judicialmente por práticas ambientais ilegais.

Essa irresponsabilidade pode até levar empresas a fechar as portas por conta de altas multas ambientais. Portanto, estar em dia com as leis de sustentabilidade é fundamental para o negócio de qualquer empresa que lida com madeira.

É por isso que, aqui na Cutelaria Cimo, só utilizamos madeira certificada para fabricar os cabos de todas as nossas facas, canivetes e facões. Saiba mais sobre esse assunto!

Mas, afinal, o que é madeira certificada?

canivete aço inox cabo em madeira

Trabalhar com madeira certificada significa comprar insumos de madeira de áreas permitidas, ou seja, áreas de reflorestamento, que são as regiões manejadas com planejamento sustentável para a retirada de madeira.

Isso é um compromisso com o futuro do planeta, afinal, quando falamos em sustentabilidade, temos que considerar a reposição florestal. E esta reposição acontece quando as empresas plantam uma árvore nova para cada vez que retirar uma outra para uso, ou seja, para gerar lucro em suas atividades e fins.

O aquecimento global é uma realidade e muitas cidades já estão sofrendo os efeitos da falta de cuidado com a natureza, por isso, a atitude de reposição florestal tem um grande impacto para contribuir com o planeta.

Muitos consumidores conscientes valorizam as empresas que usam madeira certificada em seus produtos e só compram  de grupos que têm o selo de certificação, comprovando a responsabilidade com os impactos que causam na terra.

Quais são os processos que a madeira qualificada passa?

faca cabo em madeira

O primeiro passo que é preciso fazer para fabricar os cabos de canivetes, facas e facões é a escolha da madeira que será utilizada.

Aqui na Cimo, utilizamos a madeira Jatobá, que é um tipo de madeira moderadamente fácil de trabalhar. Ela pode ser aplainada, colada, parafusada e pregada sem problemas, além de apresentar resistência para tornear e faquear. O acabamento dos produtos com Jatobá é excelente, muito por conta do verniz e lustre que ela possui.

A madeira precisa ser muito bem tratada e o primeiro passo para isso é o processo de estabilização da madeira. É um processo em que o manufaturador vai colocar o bloco de madeira cortado em uma câmara de vácuo com resina quente. Então, a resina irá penetrar por todo o interior do bloco de madeira, fazendo com que a madeira fique muito mais densa e forte, sendo  indicada para fabricação de peças de madeira que necessitam ser mais resistentes, como é um cabo de facas, canivetes e facões profissionais.

Além disso, esse processo de estabilização também impermeabiliza a madeira, deixando-a imune a fungos e bactérias, assim, essa é uma forma de ter mais segurança em relação à questão da intoxicação alimentar, já que é possível lavar os cabos das lâminas com água e sabão sem ter problemas de dilatar a madeira por conta de absorção de água.

Uma madeira que não passa pelo processo de estabilização é muito mais leve e frágil, não sendo a mais ideal para confeccionar cabos de lâminas. Aqui na Cimo, podemos garantir a resistência dos cabos usados em nossas lâminas, afinal, utilizamos o Jatobá de alta qualidade e, agora, a Cutelaria Cimo, apresenta o selo de madeira qualificada para garantir aos seus clientes a qualidade que eles esperam.

A Cutelaria Cimo também tem o compromisso com o meio ambiente

Além de se preocupar com a qualidade dos produtos que  entrega ao seu cliente, a Cutelaria Cimo também tem o seu compromisso com o meio ambiente, por isso, sempre usa madeira legal.

A madeira certificada é extraída de forma responsável para não prejudicar a natureza. Nesse método de retirada de madeira é planejado um manejo para reflorestar a área que está sendo explorada.

É preciso que a retirada de árvores da floresta seja feita cuidadosamente, para não danificar o ecossistema local, ou seja, as árvores ao serem retiradas, são selecionadas por idade e por área, sendo respeitado um ciclo de retirada, que, por sua vez, é muito bem planejado.

Afinal, sabemos da importância de manter o nosso ecossistema equilibrado e o quanto as árvores têm um papel fundamental para isso.

E graças as pessoas que se importam com essas questões, cada vez mais empresas estão aderindo às práticas saudáveis para o meio ambiente. Há muitas pessoas que fazem questão de investigar se a empresa com a qual está prestes a fazer negócio, são comprometidas com a sustentabilidade do planeta.

Para o consumidor é fundamental ter a garantia que está levando para casa um produto cuja extração não causou danos ao meio ambiente, à sociedade e à economia locais.

Ter uma cultura sustentável está entre os princípios das empresas que querem se manter relevantes no mercado, afinal, é muito comum que as empresas coloquem esta premissa entre os seus valores.

Por isso, se você também é um consumidor que se preocupa com essas questões, pode adquirir a sua lâmina com a consciência limpa aqui na Cimo!

Este é mais um selo de qualidade que a Cutelaria Cimo tem para confirmar o seu compromisso com os nossos clientes, sempre apresentando a qualidade que você confia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *