Conheça o Aço Damasco: suas origens e como é feito

As facas de aço damasco estão entre os itens mais desejados e admirados entre cuteleiros, e sua beleza e peculiaridade chamam a atenção até mesmo dos mais leigos. O Aço Damasco possui, mais do que a tradição histórica, uma composição que confere maleabilidade e uma série de opções customizáveis para cutelaria.

Esta publicação é dedicada a entender e apreciar esse aço tão nobre e curioso.

As origens do Aço Damasco

O Aço Damasceno remete à capital síria pela importância que a região teve no Oriente Médio entre a idade média e o início da era moderna.  As técnicas de facas e espadas de Aço Damasco foram introduzidas através da importação de lingotes de aço Wootz do sul da Índia através de mercadores árabes e logo foram apropriados e produzidos em escala em Damasco.

A característica mais marcante do Aço Damasco certamente é a série de camadas que se formam nos processos de caldeamento, o aço é cortado e caldeado novamente para multiplicar suas camadas, o que forma padrões completamente únicos em sua superfície ao final do processo.

Os padrões desenhados sobre a superfície são singulares e muito belos e lembram até os arabescos, o desenho das águas turvas e os padrões nos tecidos Damasco.

O fator que faz nascer estes padrões, além do processo de multiplicação das camadas, tem há ver com sua composição, que geralmente envolve um aço com alto teor de carbono e outro niquelado ou com baixo teor de carbono.

As proporções de cada um variam de acordo com o padrão que se busca, a mágica dos padrões começa a aparecer de forma visível após o segundo caldeamento, onde o bloco inicial é cortado em barras menores e mesclado outra vez.

Historicamente, a origem do do Aço Damasco é um tanto obscura. Além do fato de a técnica ter sido desenvolvida e replicada na capital síria através de lingotes da Índia, a “técnica original” de sua produção acabou se perdendo na medida em que avançava a grande oferta de aço industrial.

Isso porque antes da era industrial, o aço era uma material relativamente escasso, o que fazia com que todo aço de dobradiças, pregos e qualquer outra fonte tivessem de ser reciclados, a diferença da qualidade de carbono entre cada um, e a repetição do processo para garantir mais resistência acabou rendendo diversas peças históricas.

Muitas espadas cimitarras, punhais, facas e até mesmo katanas foram elaboradas com as técnicas que acabaram se perdendo junto com os metalúrgicos da era pré-moderna. As ligas de Aço Damasco, com alta concentração de carbono impressionaram os Europeus, que tentaram replicá-la por muito tempo em armas, por exemplo.

 O Aço Damasco na cutelaria moderna

Além da beleza natural das lâminas produzidas em aço damasco, sua história e os mistérios técnicos que a envolvem renderam estudos e diferentes abordagens em sua produção, somado à especialidade das ligas de alto carbono, o aço damasco tem muito valor agregado, e é objeto muito almejado pelos cuteleiros.

A maleabilidade e conjunto de processos técnicos, especialmente na multiplicação das camadas – que podem ir de 40 a 500 – torna o aço Damasco um dos mais desejados para se trabalhar, graças às possibilidades criativas. Uma faca artesanal já é um item único; customizada em aço Damasco, é ainda mais singular; é possível graduar a condensação dos aços da composição para obter padrões diferentes.

Além da técnica tradicional do padrão de Lâmina Turca, as lâminas em aço Damasco podem ser submetida a diferentes acabamentos e nível de tratamento para diminuir ou acentuar os relevos do aço carbono.

Todo esse número de técnicas torna as facas artesanais em aço Damasco itens altamente colecionáveis, pois sempre terão padrões singulares, além de remeter a uma miríade de símbolos místicos, ornamentais e exóticos do Oriente Médio, propriedades que vêm encantando os ocidentais desde que descobriram este aço nos bazares Sírios (e tiveram de batalhar contra suas lâminas nas Cruzadas).

De lá para cá, o fascínio só fez crescer, e as técnicas modernas sobre diferentes tipos de aços possibilitaram que lâminas tão singulares pudessem ser confeccionada em espaços privados, para fins profissionais e recreativos.

A Cutelaria CIMO é especializada e apaixonada pelos temas que orbitam o mundo da cutelaria, camping e churrasco, em nosso blog você confere todas as semanas novos assuntos e em nossa página, encontra as melhores facas, canivetes, kits e ferramentas!

E então, gostou deste post? Esperamos que agora fique mais simples entender melhor o aço damasco, sua aplicação e especificações. Que tal continuar acompanhando nosso blog? Por aqui, sempre trazemos novidades, dicas e muitas sugestões da cutelaria para você. 

Nos vemos no próximo post! Até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *