conheça 3 tipos de fogueiras

Conheça os 3 tipos de fogueiras para sobrevivência na mata

Saber como fazer uma fogueira não é uma preocupação da maioria das pessoas, devido às facilidades que a energia elétrica proporciona no dia a dia. No entanto, conhecer os tipos de fogueira é primordial para os adeptos do sobrevivencialismo ou dos interessados em acampar e se aventurar pela mata.

Dominar as técnicas primitivas de fazer fogo pode ser muito útil em situações de emergência, como criar uma espécie de sinalização, caso você se perca na floresta ou para se virar se estiver sem as ferramentas adequadas. Uma fogueira pode servir para cozinhar alimentos, aquecer e iluminar uma noite fria, manter os insetos longe, entre outras funções.

Aqui, no blog da Cutelaria CIMO, sempre trazemos dicas e informações úteis para sobrevivencialistas, viajantes e praticantes de esportes radicais. Neste post, vamos falar sobre os 3 tipos de fogueiras que você precisa conhecer para sobreviver na mata.

Por que é importante conhecer os tipos de fogueiras?

Quem gosta de se aventurar no meio da natureza sabe o valor do ditado “melhor prevenir do que remediar”, principalmente se a aventura envolve passar a noite em meio à mata.  Mesmo quem escolhe um camping para pernoitar precisa se preparar adequadamente, pois, muitas vezes, não dá para contar com uma excelente infraestrutura no local.

É importantíssimo estar bem equipado para desbravar a floresta. No site da Cutelaria CIMO, por exemplo, temos diversas ferramentas e acessórios para acompanhar você nessa missão. Porém, não podemos nos esquecer de seu principal instrumento: o conhecimento.

Nem sempre é possível carregar todos os equipamentos e acessórios que podem ser utilizados, porque a mochila ficaria muito pesada. Ainda que você tivesse tudo o que precisa, os objetos podem se perder no caminho ou ficarem danificados em alguma situação inesperada e você tem de estar preparado.

Por isso, sua bagagem de experiências conta muito. Se você ainda não teve muitas oportunidades de fazer fogueiras na floresta ou em um acampamento, fique tranquilo! A seguir, vamos te explicar quais são os principais tipos de fogueiras e como criá-los.

Como criar uma fogueira em meio à mata?

tipos de fogueiras cozinhar aquecer cutelaria cimo

Recomendamos que você carregue, em todas as aventuras, uma caixa de fósforos, isqueiro ou pederneira caso necessite de fogo em alguma situação, mas podem acontecer imprevistos. Os fósforos podem ficar molhados com a chuva ou nas águas de um rio, por exemplo.

Nesses casos, é importante que você saiba como fazer fogo primitivo. Uma ótima dica é treinar em um espaço aberto antes da aventura, para ficar expert no método e não ter surpresas desagradáveis quando precisar de verdade. Veja nosso passo a passo resumido:

  • Escolha um local propício – uma clareira ajuda a diminuir o risco de incêndios;
  • Limpe o lugar escolhido para impedir que o fogo se alastre;
  • Para criar o fogo, friccione a pederneira e um canivete, como se estivesse afiando o objeto.
  • Se não tiver ferramentas, tente esfregar dois gravetos ou pedras para gerar a faísca e utilize palha seca (ou fibras de talos das folhas de palmeiras, por exemplo) para jogá-la e dar início à fogueira;
  • Utilize pequenas folhas e galhos secos como combustível para o fogo;
  • Quando conseguir fazer o fogo, adicione troncos maiores para manter a fogueira acesa por mais tempo. Atente-se para cercá-la com pedras – protegendo a vegetação – e de apagá-la ao deixar o local.

Quais são os tipos de fogueiras que devo conhecer?

tipos de fogueiras

Uma fogueira pode ter diversos tipos de formatação, de acordo com seus objetivos. Saiba quais são as principais para que você se proteja em meio à natureza.

SINALIZAÇÃO

  • Fogueira de sinalização

É uma das formas mais simples de sinalizar sua localização, quando se está perdido em mata fechada. Faça a fogueira normalmente com os gravetos e folhas secas. Depois, jogue folhas verdes no fogo.

Isso irá causar muita fumaça, chamando a atenção de quem estiver de longe observando a área. Essa técnica também funciona para afastar insetos e animais de pequeno porte.

LUZ E CALOR

  • Fogo refletor

Para aquecer uma noite fria de acampamento ao ar livre, aposte nessa configuração: acenda a fogueira normalmente e cerque-a com troncos verdes ou pedras altas. Certifique-se de que o vento sopre em direção à barreira e não à barraca, para evitar acidentes. Dessa forma, o calor segue apenas uma direção, definida por você.

  • Fogueira em cone

tipos de fogueiras cone cutelaria cimo

Além de esquentar o ambiente, essa fogueira ajuda na iluminação, facilitando atividades noturnas. Coloque, como base, troncos posicionados como um quadrado com, aproximadamente, 1 metro de cada lado. Preencha o espaço interno com vários troncos, de maneira que formem um cone.

Nessa posição, os troncos são consumidos rapidamente. Para que a fogueira permaneça acesa durante a noite, cubra as toras mais grossas com cinzas e terra seca para preservar as chamas.

ALIMENTAÇÃO

  • Fogo de caçador

Para cozinhar em meio à natureza, prepare essa fogueira que é uma das favoritas dos aventureiros. Posicione dois troncos verdes (ou pedras grandes) paralelamente, com um pequeno espaço entre eles.

A abertura mais larga deve estar virada para o lado do vento, enquanto a mais estreita servirá para abrigar as panelas, que podem estar penduradas em um galho firme, posicionado acima dos troncos ou diretamente no fogo.

  • Fogo de trincheira

Essa fogueira também é indicada para preparar refeições, sendo mais protegida do vento e recomendada para dias quentes. A configuração é parecida com a fogueira de caçador, mas, em vez de usar galhos para delimitar o espaço, faça uma valeta rasa no chão.

Coloque a lenha dentro da valeta e posicione galhos na transversal, em cima do buraco, para apoiar as panelas. A única desvantagem é ter que ficar sentado ou agachado enquanto cozinha o alimento.

  • Altar de cozinha

Essa fogueira, amplamente utilizada em festas juninas, é ideal quando o solo estiver muito úmido. Empilhe troncos e galhos de forma a criar um retângulo com altura suficiente para que você cozinhe de pé.

Preencha o interior do retângulo com barro e coloque a lenha no topo. Essa técnica exige mais prática que as outras, mas, com o tempo, se torna mais simples.

Lembre-se, sempre, de verificar se é permitido acender fogueiras no local em que você está, seja em meio à mata ou em um camping privado. Antes de deixar o local, certifique-se de que o fogo esteja totalmente apagado.

Gostou das dicas de hoje? Acompanhe o blog da Cutelaria CIMO para se informar sobre esse universo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *