Quais são os melhores tipos de aço para cutelaria?

O aço é um material muito usado em nosso dia a dia. Já reparou como sempre precisamos de algum artigo de aço? Principalmente quando se trata de cutelaria! A área da cutelaria é coisa séria e, por isso, é importante escolher produtos certificados, que ofereçam confiança e segurança. Hoje, vamos falar dos tipos de aço para cutelaria, para que você entenda mais sobre facascanivetes facões!

Existem inúmeros tipos de aço, mesmo aqueles que pertencentes à mesma família, como o aço inox, são subdivididos em categorias. Por essa razão, esclareceremos alguns pontos para quem leva a sério a qualidade dos itens de cutelaria na hora de adquiri-los!

Antes de explicar cada um deles, precisamos entender quais são as famílias de aço existentes:

Facão Aço carbono 1070/14 - Cutelaria Cimo

Aço Carbono

O aço carbono tem uma característica principal que está na quantidade de carbono na liga, que geralmente varia de 0,6% a 1% para os aços apropriados à cutelaria, possuindo baixíssima concentração de outros elementos.

É a família de aços mais tradicional, sendo um dos preferidos por cuteleiros e por colecionadores, pois é mais simples de tratar, forjar e temperar, permitindo acabamentos diferenciados que podem ser rústicos, espelhados e até misturas mais maleáveis que favorecem a fabricação de facões, por exemplo.

Além disso, ele é muito mais fácil de afiar. Em contrapartida, demanda cuidados maiores em sua manutenção, justamente para evitar a oxidação.

canivete de aço carbono - Cutelaria cimo

 

Aço Inox

Essa é a mais conhecida, vinda do termo “Stainless Steel”, traduzido como “aço inoxidável”. Todo tipo de aço dessa família está menos sujeito à oxidação (ferrugem), mas isso não quer dizer que o “Inox” nunca irá enferrujar. Ele apenas possui maior resistência, principalmente se comparado ao aço carbono. E, por isso, exige menos cuidados.

A principal característica é a quantidade elevada de cromo em sua liga, que forma uma espécie de película, tornando-o mais resistente à oxidação.
Normalmente, os itens dessa família são bastante utilizados na cozinha por terem boa aceitação para tarefas cotidianas, não envolverem uso pesado, além da sua ação inoxidável ajudar a diminuir o risco de contaminação dos alimentos.

faca de aço inox - Cutelaria Cimo

 

Aço SAE 6150

Trata-se de um aço com alta temperabilidade, bom condutor  e baixa soldabilidade. Possui altíssima resistência e é muito utilizado também na indústria automotiva. Os facões da Cimo são feitos em aço SAE 6150 com dureza aproximadamente 46-49Hrc.

Aço Damasco

Essa família é, talvez, a preferida por 90% dos colecionadores. São aços nobres, de alto valor agregado e de grande beleza. O damasco é a união de dois ou mais aços de particularidades distintas, unidos pela técnica de caldeamento.

Uma barra de damasco pode ter diversas camadas, que variam de 50 a 600. A vantagem da família, além da beleza da lâmina, é a flexibilidade que ela proporciona, pois o cuteleiro que forja damasco mistura um aço de alto teor de carbono com um de médio a baixo. Ou seja, é de difícil obtenção, o que faz encarecer o produto, porém é muito valorizado por colecionadores. Um exemplo disso são as espadas samurais que continham até 1000 camadas, incrível não?

Agora vamos aos tipos de aço mais populares, de fato, para que você entenda melhor sobre o assunto. Confira:

Aço 1020

O GGD SAE ou 1020 é um dos aços mais comuns, utilizado para cementação com excelente relação custo-benefício. Além disso, possui ótima plasticidade e soldabilidade, não sendo indicado para a facção das lâminas das facas, mas bastante usado na confecção de cabos.

Aço 1045

O GGD SAE ou 1045 é um aço para beneficiamento com temperabilidade baixa. Porém, apresenta boa relação entre resistência mecânica e resistência à fratura. O 1045 pode ser usado para fazer espadas e alguns facões, mas existem aços de maior qualidade para o mercado da cutelaria.

Aço 1070

Esse aço é composto por 0,7% de carbono. Denominado como 1070, ele é muito usado na cutelaria, principalmente para fazer misturas com outros aços, com o objetivo de formar aços tipo damasco, encontrados em facas e canivetes customizáveis.

Aço 1095

Já o aço 1095, composto de 0,95% de carbono, é excelente para o cuteleiro iniciante praticar a forja, e até mesmo para fazer facas de épocas, ou réplicas. Além disso, é também utilizado para a fabricação de limas para afiar facas.

Aço 5160

O aço 5160 possui liga de cromo e 0,6% de carbono. Bastante usado para fazer molas automotivas, é o principal aço para o cuteleiro forjador iniciante, não deixando de ser, também, a escolha de muitos cuteleiros experientes. Isso acontece porque o 5160 é muito eficaz na hora de trabalhar, apresentando ótimos resultados na confecção de espadas e facões.

Aço 52100

O 52100 contém 1% de carbono e uma pequena quantidade de cromo. É o aço mais escolhido para fazer rolamentos e pode ser encontrado em barras chatas ou redondas. Sem dúvida alguma, é o preferido da maioria dos cuteleiros brasileiros, uma vez que com ele é possível fazer qualquer tipo de faca, espada ou facão com qualidade superior.

facão aço carbono 1040 - Cutelaria Cimo

 

Qualidade do aço: como saber se o material escolhido é bom?

O ideal é conhecer a procedência do aço, para assegurar que o material é fornecido por empresas certificadas no ramo da cutelaria, já que não dá para identificar se ele é bom ou ruim apenas ao olhar a lâmina.

Por isso, é preciso apostar em uma empresa confiável e experiente, como a Cutelaria Cimo, que tem tradição e oferece garantia permanente para os seus produtos. Se você está procurando artigos de cutelaria, como facas, canivetes, facões ou equipamentos para churrasco, aqui é, sem dúvidas, a loja certa para você. Confira!

3 comentários em “Quais são os melhores tipos de aço para cutelaria?”

Deixe um comentário